Ministros africanos adotam plano de prevenção contra gripe

Redação Central, 19 mai (EFE).- Os ministros da Saúde de países-membros da Comunidade Econômica dos Estados da África Central (CEEAC), adotaram um plano de prevenção frente à epidemia de gripe suína, informou hoje o titular dessa pasta da Guiné Equatorial, Pascual Eyegue Obama.

EFE |

O ministério dirigido por Eyegue informou sobre uma reunião de cúpula realizada no fim de semana passado no Congo, onde os reunidos falaram da "capacidade de resposta frente à pandemia e do apoio da CEEAC entre os países-membros." Coordenar uma política sub-regional de "prevenção contra a epidemia da gripe, reativar os comitês nacionais, a gestão da informação epidemiológica e fortalecer as intervenções de emergência", assim como "vigiar a gripe no contexto do acompanhamento das já existentes" foram outros temas, segundo o site do ministério.

Os participantes também falaram da necessidade de envolver os meios de comunicação, a sociedade civil, líderes de opinião e grupos religiosos para melhorar o conhecimento das pessoas sobre a gripe e promover práticas que possam reduzi o risco de transmissão.

Fazem parte da CEEAC países como Congo, Camarões, Gabão, São Tomé, Chade, Ruanda, Guiné Equatorial, República Democrática do Congo e Angola, entre outros.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ao/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG