absoluta paz e tranqüilidade na votação - Mundo - iG" /

Ministro venezuelano destaca absoluta paz e tranqüilidade na votação

Caracas, 23 nov (EFE).- O ministro da Defesa venezuelano, o general Gustavo Rangel, disse que, nas primeiras três horas de votação deste domingo, para escolher prefeitos e governadores na Venezuela, não houve informação de incidentes.

EFE |

"Não temos informações de problemas em nenhum lugar do país. As contingências foram superadas e o país está em absoluta paz e tranqüilidade", disse aos jornalistas.

Entre as contingências, citou a chuva, e lembrou que desde segunda-feira passada estas deixaram 14 mortos, a maioria em Caracas e zonas divisórias.

"A mesa está servida para que todos os venezuelanos vão votar", disse o general do Exército, e acrescentou que os meios de transporte em massa também funcionam com normalidade, e que, em Caracas, o transporte subterrâneo é feito de maneira gratuita para facilitar a chegada dos eleitores a seus locais de votação e domicílios.

Cerca de 17 milhões de venezuelanos foram convocados para escolher 603 cargos que atualmente estão ocupados, majoritariamente, por autoridades afins ao Governo do presidente venezuelano, Hugo Chávez.

Após o fechamento dos centros de votação, às 16h (18h30 de Brasília), se não houver mais eleitores na fila, as juntas eleitorais locais emitirão o primeiro boletim com resultados de suas respectivas regiões, e quando forem "irreversíveis", lembrou ontem à noite a presidente do CNE, Tibisay Lucena.

"Vamos dar os resultados quando estes tiverem caráter irreversível" e "nenhuma outra entidade" pode ter estes resultados antes, acrescentou a funcionária. EFE ar/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG