Rabat, 17 out (EFE).- O ministro de Exteriores marroquino, Taib Fassi Fihri, recebeu hoje uma delegação do Parlamento mauritano que representa partidos que apóiam o golpe de Estado realizado em 6 de agosto na Mauritânia.

Os membros desta delegação informaram ao ministro sobre as mudanças ocorridas na Mauritânia, assim como as medidas adotadas, as ações anunciadas e os programas para superar as dificuldades atuais, segundo um comunicado do Ministério de Exteriores divulgado pela agência estatal "MAP".

Durante este encontro, Fihri reiterou a importância que o rei Muhammad VI do Marrocos concede à estabilidade e ao desenvolvimento da Mauritânia, e à prosperidade do "povo mauritano irmão", acrescentou o comunicado.

"O Marrocos espera uma volta à ordem constitucional normal, com base no diálogo entre as diversas partes e sensibilidades", disse o ministro marroquino à delegação mauritana, segundo o comunicado.

Em 6 de outubro, Fihri recebeu os membros de uma delegação mauritana da Frente Nacional de Defesa da Democracia (FNDD), que reúne partidos opositores ao golpe de Estado na Mauritânia.

Nesta visita ao Marrocos, os representantes do FNDD expressaram sua avaliação da situação política neste país e suas perspectivas.

Enquanto a Argélia, através de sua postura na União Africana, expressou sua rejeição ao golpe de Estado, o Marrocos não se manifestou publicamente contra o novo poder na Mauritânia. EFE hm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.