Ministro libanês diz que seu país não tem interesse em negociar com Israel

Beirute, 4 set (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores libanês, Fawzi Salloukh, disse que o Líbano não tem interesse em negociar com Israel e que, entre suas prioridades, está colocar fim às incursões israelenses no território nacional.

EFE |

"O Líbano não tem interesse em negociar com Israel", disse Salloukh, em entrevista publicada hoje pelo jornal árabe internacional "As-Sharq al-Awsat", com sede em Londres.

Salloukh disse que "não é oportuno" comparar a Síria com seu país, já que as autoridades de Damasco estão realizando negociações de forma indireta com Tel Aviv, através da Turquia.

No entanto, o chefe da diplomacia libanesa afirmou que, se essas negociações tiverem sucesso, isso repercutirá de modo positivo sobre a região.

Para Salloukh, ainda é cedo para falar de negociações diretas entre Síria e Israel, porque é preciso esperar que sejam escolhidos os novos chefes do Governo de Estados Unidos e Israel.

Hoje, mais uma vez, a aviação israelense voltou a sobrevoar o espaço aéreo libanês, violando a resolução 1.701 do Conselho de Segurança da ONU, que colocou fim ao conflito travado em território libanês em meados de 2006. EFE ks/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG