Ministro israelense viajará ao Egito para tratar de libertação de soldado

Jerusalém, 24 ago (EFE).- O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, se reunirá na terça-feira, em Alexandria, com o presidente do Egito, Hosni Mubarak, com quem vai tratar da libertação do soldado israelense Gilad Shalit, mantido refém na Faixa de Gaza.

EFE |

Barak também se reunirá com seu colega egípcio, Mohamed Hussein Tantawi, e com o chefe do serviço secreto e principal negociador do Egito para temas palestinos, general Omar Suleiman, confirmou à Agência Efe o escritório de imprensa do Ministério da Defesa israelense.

A viagem tem como objeto impulsionar as negociações entre Israel e o movimento islâmico Hamas para a libertação de Shalit, seqüestrado em junho de 2006 por facções palestinas na fronteira com Gaza, informa hoje o jornal "The Jerusalem Post".

Na pauta das reuniões também estão a frágil trégua entre Israel e o Hamas em Gaza e em seus arredores desde 19 de junho, além dos esforços do Egito para controlar o contrabando de armas para esse território palestino.

Fontes do Hamas confirmaram hoje em Gaza que uma delegação do movimento palestino também viajará nos próximos dias ao Cairo para conversar sobre a troca de prisioneiros com Israel e o andamento da trégua.

Também é esperado que as partes discutam as chances de um diálogo entre as facções palestinas, em conflito desde que o Hamas tomou o poder em Gaza em junho de 2007, após expulsar as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

A Jihad Islâmica também enviou ao Egito uma delegação, que deve chegar hoje ao Cairo para tratar do diálogo intrapalestino, informou esse movimento em seu site oficial. EFE aca/wr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG