Ministro israelense sugere unir Cisjordânia e Gaza com túnel sob Israel

Jerusalém, 2 fev (EFE).- O ministro da Defesa israelense e líder do Partido Trabalhista, Ehud Barak, sugeriu hoje a construção de um túnel subterrâneo para criar uma continuidade territorial entre os territórios palestinos da Cisjordânia e da Faixa de Gaza.

EFE |

"Podemos conseguir a continuidade territorial entre Judéia e Samaria (nomes bíblicos da Cisjordânia) e a Faixa de Gaza cavando um túnel de 48 quilômetros sob (território de) soberania israelense e com o controle palestino do trânsito", disse Barak, em um encontro com estudantes na Universidade Ben Gurion.

O ministro da Defesa, em meio à campanha eleitoral para o pleito geral de 10 de fevereiro, acrescentou que o projeto poderia custar entre US$ 2 bilhões e US$ 3 bilhões, "uma soma razoável", informa a edição eletrônica do jornal "Yedioth Ahronoth".

Barak disse que o traçado do túnel se projetaria entre a localidade palestina de Beit Hanoun, no norte de Gaza, e a cidade cisjordaniana de Hebron. EFE db/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG