atraso estratégico - Mundo - iG" /

Ministro israelense diz que parar assentamentos é um atraso estratégico

Jerusalém, 7 ago (EFE).- O vice-primeiro-ministro israelense, Eli Yishai, disse hoje que uma eventual paralisação da construção de assentamentos judaicos na Cisjordânia vai representar unicamente um atraso estratégico, se referindo a que não será uma política a longo prazo.

EFE |

No início da reunião semanal do Conselho de Ministros, Yishai disse que "o adiamento da construção é um atraso estratégico" e que Israel "não renunciará a continuar construindo em Jerusalém, onde se levantarão centenas de unidades de casas".

O responsável israelense, também titular do Interior, se referia ao anúncio que poderia fazer o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, sobre suas intenções de paralisar a construção de assentamentos, não sem antes dar o sinal verde à construção de centenas de casas em território ocupado, como antecipou a imprensa local.

Yishai, também chefe do partido ultra-ortodoxo sefardita Shas, acrescentou: "Nas últimas duas décadas, os palestinos violaram todos os acordos. Não vemos Abu Mazen (apelido do presidente palestino, Mahmoud Abbas) dirigindo-se a um acordo de paz". EFE db/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG