Ministro israelense aprova transferência de US$ 25 milhões a Gaza

Jerusalém, 10 dez (EFE).- O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, aprovou hoje uma transferência de 100 milhões de shekels (US$ 25 milhões) em dinheiro para atenuar a falta de liquidez na Faixa de Gaza.

EFE |

A transferência do dinheiro será feita nos próximos dias a partir da Cisjordânia, após um pedido apresentado a Barak pelo primeiro-ministro da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Salam Fayyad, e pelo presidente do Banco de Israel, Stanley Fischer, informa a edição on-line do jornal "Ha'aretz".

Pelos acordos econômicos de Paris, protocolo econômico do processo de Oslo (1993-2000), o shekel israelense é a moeda de uso corrente nos territórios palestinos, e o Banco de Israel é o encarregado de fornecer papel-moeda às entidades palestinas.

Nas últimas semanas, devido ao bloqueio imposto por Israel ao território palestino desde outubro, os bancos de Gaza tinham advertido sobre uma escassez de moeda e cédulas.

Algumas instituições inclusive tiveram que suspender os pagamentos dos salários nos últimos dias por falta de moeda, coincidindo com a Festa do Sacrifício, a principal do Islã.

A Autoridade Nacional Palestina (ANP) pediu a Israel que transfira moeda e cédulas de forma regular a Gaza, território governado pelo movimento islâmico Hamas desde 2007.

A decisão de Barak gerou protestos de círculos direitistas israelenses, que afirmam que esse dinheiro voltará a Israel na forma de "100 mil foguetes Qassam". EFE Elb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG