Ministro israelense ameaça matar primeiro-ministro do Hamas

O ministro israelense da Habitação, Zeev Boim, ameaçou publicamente nesta quarta-feira assassinar Ismail Haniyeh, primeiro-ministro do movimento de resistência islâmico palestino Hamas, no poder em Gaza desde junho de 2007.

AFP |

"A próxima etapa de nossas operações deve ser a eliminação do terrorista Haniyeh", afirmou Boim à rádio militar israelense.

Boim é membro do Kadima, partido no poder em Israel.

"Este é o único meio para acabar com os disparos de foguetes contra Israel", opinou o ministro israelense.

O Exército hebreu já matou vários dirigentes de primeiro escalão do Hamas em Gaza, como o líder espiritual e fundador do grupo radical, xeque Ahmed Yassin, vítima em março de 2004 de um bombardeio aéreo.

Na terça-feira, a aviação israelense executou ataques na Faixa de Gaza, depois que no fim de semana o primeiro-ministro do país, Ehud Olmert, advertiu que Israel daria uma resposta "desproporcional" a qualquer disparo de foguetes palestinos contra o sul de seu território.

Israel disparou pelo menos três mísseis contra túneis que segundo o Estado hebreu são usados para o contrabando de armas para o Hamas, na área de Rafah, na fronteira com o Egito, segundo testemunhas. Os ataques não provocaram vítimas.

ms/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG