Ministro francês tenta fechar venda de 4 submarinos ao Brasil

Paris, 8 dez (EFE).- O ministro da Defesa francês, Hervé Morin, visita hoje o Brasil para tentar resolver os últimos detalhes de vários grandes contratos militares, em particular a venda de quatro submarinos convencionais de fabricação francesa, informou o jornal La Tribune.

EFE |

Este contrato, estimado em mais de 2 bilhões de euros, poderia ser assinado durante a visita que o presidente francês, Nicolas Sarkozy, realizará ao Brasil no final de mês, provavelmente em 22 e em 23, afirmou o jornal econômico francês.

Seria a aquisição pela Marinha brasileira de quatro submarinos do tipo "Scorpène" e de opções para outros dois, a fim de cobrir as necessidades, em particular de proteção, das futuras plataformas petrolíferas que devem ser montadas em águas brasileiras.

A compra prevê o compromisso da França de ajudar o Brasil a formar uma frota de submarinos nucleares.

Morin, que deve se reunir com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, e também com o ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, confiava em ser recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A viagem do ministro francês pode servir de impulso às negociações para outro contrato de helicópteros militares pesados "Super Cougar" fabricados pela Eurocopter (filial do gigante europeu EADS), por um valor de 1,2 bilhão de euros.

Esses aproximadamente 50 helicópteros seriam montados na unidade de Itajubá (MG) da companhia brasileira Helibras, na qual a Eurocopter tem 45%.

A estadia do titular da Defesa francês no Brasil pode servir também para fazer avançar outras conversas sobre eventuais contratos militares, como as que vieram sido mantidas com o fabricante francês Dassault Aviation referentes a aviões de combate "Rafale". EFE ac/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG