Ministro francês chega ao RJ para homenagem a vítimas do avião

Rio de Janeiro, 4 jun (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores da França, Bernard Kouchner, chegou hoje ao Rio de Janeiro para assistir a uma missa ecumênica em memória das 228 pessoas que estavam no avião que desapareceu no Oceano Atlântico.

EFE |

Kouchner chegou ao aeroporto no Rio de Janeiro sem fazer declarações e, segundo fontes diplomáticas, deve voltar a Paris ainda hoje.

A missa acontecerá na Igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro, e deve contar com a presença de familiares das vítimas e autoridades locais.

Fontes oficiais disseram que é possível a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que chegou na madrugada de hoje a Brasília procedente da Costa Rica, onde estava em visita oficial.

A presença de Lula, no entanto, ainda não estava confirmada e dependia de algumas mudanças que em sua agenda.

Enquanto isso, a Marinha e a Força Aérea Brasileira continuavam as tarefas de busca dos destroços do avião, junto com aviões e navios da França, da Espanha e de outros países, que operam em uma área remota do Oceano Atlântico.

O Airbus A330-200 da Air France desapareceu no mar entre Brasil e Senegal na segunda-feira e, até agora, apenas alguns destroços foram encontrados flutuando em águas do Atlântico, mas não foram achados vestígios de corpos nem pertences dos passageiros.

A área onde os destroços foram avistados é próxima às ilhas de São Pedro e São Paulo, formações rochosas desabitadas situadas a cerca de 704 quilômetros de Fernando de Noronha e a 1.296 quilômetros da cidade de Recife.

Segundo o ministro da Defesa, Nelson Jobim, "não há dúvida nenhuma de que é o local da queda". EFE ed/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG