Madri, 9 jun (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos, viajará ao Brasil no final de julho, acompanhado por uma grande delegação de empresários, em busca de novas oportunidades de negócio.

Moratinos anunciou hoje a viagem, que também o levará à Venezuela, em seu comparecimento à Comissão de Assuntos Ibero-americanos do Senado espanhol para informar sobre a política da Espanha em relação à América Latina.

O ministro não detalhou sua agenda nesses países, mas destacou que um dos grandes objetivos é favorecer os investimentos das companhias espanholas nestes países.

Na opinião do chefe da diplomacia espanhola, "há uma lista muito ampla de empresas que querem" acompanhá-lo na viagem, prevista entre os dias 26 e 29 de julho.

Moratinos se referiu ao acordo alcançado entre o Governo venezuelano e o Grupo Santander para que o Banco da Venezuela, filial da entidade espanhola, passe para as mãos do Estado por um valor de US$ 1,05 bilhão, após quase dez meses de negociações.

Esta aquisição faz parte do plano de nacionalizações impulsionado pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, em 2006.

Moratinos disse que a interlocução que o Governo mantém com as autoridades venezuelanas contribuiu para facilitar este acordo e para que outras situações problemáticas que surjam possam também ser resolvidas. EFE cpg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.