Ministro espanhol se reúne com Hillary para debater relações bilaterais

WASHINGTON - O ministro de Exteriores espanhol, Miguel Angel Moratinos, afirmou, após se encontrar com a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, que foi inaugurada uma nova etapa na relação entre Espanha e Estados Unidos.

EFE |

"Posso dizer que se abre uma nova etapa nas relações entre EUA e Espanha, no sentido de ter um maior compromisso de trabalhar juntos, de reforçar as relações, de tornar estas relações cada vez mais fluentes, intensas e frutíferas", ressaltou Moratinos em entrevista concedida após o encontro.

Na reunião, que durou meia hora, Hillary expressou a Moratinos as saudações do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao líder do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

A ex-primeira-dama transmitiu o desejo do novo Executivo dos EUA de ter na Espanha não só um "aliado fiel, mas também um parceiro ativo em todos os compromissos".

Moratinos afirmou que chegou à capital americana para "iniciar toda uma nova etapa de relação, de interlocução", e disse que sai da reunião com Hillary "muito satisfeito".

Ambos falaram também sobre o centro de detenção na base naval dos EUA em Guantánamo, no sudeste de Cuba, e Hillary pediu a ajuda da Espanha para o fechamento da prisão e transferência dos presos a terceiros países.

Moratinos explicou à chefe da diplomacia americana que a Espanha "está, a princípio, aberta a colaborar na acolhida de alguns presos", sempre e quando o Governo achar aceitáveis as condições jurídicas.

Leia mais sobre Espanha

    Leia tudo sobre: espanhaeuahillary clinton

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG