Ministro diz que Israel destruirá o Irã se for atacado

O ministro israelense de Infra-Estruturas, Benyamin Ben Eliezer, advertiu nesta segunda-feira que Israel responderá a qualquer ataque do Irã destruindo este país.

AFP |

"O Irã não se apressará em nos atacar já que compreende o que significaria um ato assim. Um ataque iraniano contra Israel provocará uma resposta dura, que levará à destruição da nação iraniana", afirmou o ministro citado pela rádio militar.

Eliezer fez estas declarações durante uma reunião de seu ministério organizada em função do lançamento, no domingo, por Israel, do maior exercício de defesa passiva de sua história.

Este exercício de cinco dias, batizado "Momento crítico", está destinado a preparar a população israelense para ataques com armas convencionais - como os foguetes Katiusha disparados em meados de 2006 pelo Hezbollah libanês - ou os ataques de mísseis com ogivas químicas e bacteriológicas.

"O objetivo do exercício consiste em verificar a capacidade das autoridades para atuar num momento de crise e preparar a retaguarda em diversas circunstâncias", afirmou o primeiro-ministro Ehud Olmert ao iniciar a reunião semanal do gabinete em Jerusalém.

O ministro da Defesa, Ehud Barak, assegurou que "preparar a retaguarda para enfrentar os ataques constitui um elemento fundamental para a vitória".

No contexto de tensão com a Síria, Israel se esforçou por tranqüilizar este país, assim como o Líbano.

"Isso não é nada mais que um exercício e não esconde nada. Todos os informes sobre a tensão no norte devem ser minimizados. Não temos planos secretos", insistiu Olmert.

bur-mel/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG