indispensável uma ampliação do G8 - Mundo - iG" /

Ministro de exteriores alemão considera indispensável uma ampliação do G8

Berlim, 19 dez (EFE).- O ministro de Exteriores alemão e candidato do Partido Social-Democrata (SPD) à Chancelaria, Frank-Walter Steinmeier, considera indispensável uma ampliação do Grupo dos Oito (G8) para que todas as regiões do mundo se sintam representadas nesse grupo.

EFE |

"Para que as regras internacionais funcionem é necessário organizar os organismos dessa maneira que as diferentes regiões se sintam representadas nele", disse Steinmeier em reunião com a Associação da Imprensa Estrangeira.

O ministro ressaltou que essa afirmação é válida tanto para o G8 como para o Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Com relação ao G8, Steinmeier não quis definir a estrutura que deverá ter esse grupo no futuro nem falar que países deveriam ingressar no mesmo.

Em sua entrevista aos correspondentes estrangeiros credenciados perante o Governo alemão, Steinmeier fez também um balanço do ano de 2008 do qual disse que quase com toda segurança entrará nos livros de história, seja como o ano da crise ou como o ano da esperança pela maneira como esta tinha sido enfrentada.

Steinmeier disse que embora deveria estar satisfeito com o que ficou com acertado na cúpula européia para combater a crise, cada um dos Estados-membros da UE tinha que se perguntar se, além disso, não são necessários esforços adicionais.

No caso alemão, Steimeier ressaltou a necessidade que haja uma coordenação entre o Governo federal, os 16 estados federados e os municípios para impulsionar a conjuntura e, sobretudo, para atenuar as repercussões da crise sobre o mercado de trabalho.

Segundo Steinmeier, a crise financeira faz com que vivamos uma época que está reivindicando respostas social-democratas e por isso se mostrou confiante em que seu partido terá nas eleições do próximo ano um melhor resultado que o que as pesquisas de opinião fazem temer.

"O tempo que vivemos reivindica respostas social-democratas. Com o tempo o povo nos distinguirá daqueles nos últimos meses tiveram que se esforçar por aprender um vocabulário próprio da social-democracia e preferirá o original no lugar da cópia", disse.

EFE rz/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG