Bogotá, 8 mar (EFE).- O ex-ministro da Defesa Juan Manuel Santos foi proclamado hoje candidato à Presidência da Colômbia pelo Partido Social de União Nacional (Partido do U), do atual presidente Álvaro Uribe, para as eleições do próximo dia 30 de maio.

Em discurso de aceitação, Santos disse que era "uma imensa honra" receber a nomeação do "U" como candidato à Presidência da República e agradecia "ao presidente Uribe pela fé que depositou" nele.

Santos lembrou que nos últimos anos as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) foram "golpeadas como nunca", mas que, como diz Uribe, "a cobra segue viva".

Assim, assegurou que não vai descansar até erradicar totalmente "a violência 'narcoterrorista'" e buscará assegurar "a paz e a tranquilidade" nas cidades do país.

Para Santos, que garante que Uribe respalda sua candidatura à Presidência, o país está em um momento crucial na história, e é necessário "seguir caminhando no sentido do progresso" ou "arriscaremos mudar de rumo e ficarmos estagnados, ou, pior ainda: andarmos para trás".

Durante sua passagem pelo Ministério da Defesa, as Forças Militares conseguiram abater importantes chefes guerrilheiros, motivo de orgulho para o agora candidato à presidência. EFE ocm/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.