Ministro de Defesa colombiano avalia renúncia para se candidatar

BOGOTÁ (Reuters) - O ministro de Defesa da Colômbia, Juan Manuel Santos, reconheceu na terça-feira que está considerando renunciar a seu cargo para candidatar-se à Presidência nas eleições de 2010. Santos poderia unir-se ao ex-ministro da Agricultura Andrés Felipe Arias, do Partido Conservador, que pediu demissão há mais de uma semana e iniciou campanha para a eleição presidencial de 2010, embora tenha advertido que se o presidente Alvaro Uribe for candidato, se retirará para apoiá-lo.

Reuters |

"Estou considerando", disse Santos a jornalistas ao ser consultado sobre se avalia renunciar a seu cargo.

"Não tenho datas, não estou pensando em datas. Estou considerando mas não quero pensar nisso", completou ele, que pertence ao Partido de la U., um dos que faz parte da coalizão que apoia Uribe no Congresso.

Uribe, que tem alta popularidade, não disse claramente se buscará sua segunda reeleição imediata em 2010 ou se apoiará um candidato que dê continuidade a suas políticas econômicas e de segurança.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG