O ministro das Finanças do Japão, Hirohisa Fujii, apresentou o pedido de demissão por motivos de saúde, mas o primeiro-ministro Yukio Hatoyama solicitou que ela permaneça no cargo, informa a agência de notícias Kyodo.

"Tem feito muitos esforços, e gostaria que perseverasse neles", disse Hatoyama, segundo a mesma fonte.

De acordo com o premier, Fujii foi submetido a diversos exames médicos, mas ainda aguarda os diagnósticos.

Fujii foi hospitalizado em 28 de dezembro, com um quadro de hipertensão e cansanço. Dois dias depois participou em um conselho de ministros, mas depois teve que ser submetido a novos exames.

Fujii, decano do gabinete, é considerado um dos pilares com maior experiência no governo de Hatoyama, que enfrenta uma conjuntura econômica difícil e vários desafios para administrar o orçamento nacional.

A saída de Fuiji seria um duro golpe para o premier, que assumiu o cargo há pouco mais de três meses, mas que sofreu uma forte queda da popularidade nas últimas semanas.

kap/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.