O ministro da Habitação da violenta região da Inguchétia, no Cáucaso russo, Ruslan Amerjanov, foi assassinado a tiros nesta quarta-feira em seu escritório.

Segundo as agências russas de notícias, Amerjanov foi baleado à queima-roupa.

Confrontos entre forças governamentais e rebeldes islamitas são comuns na Inguchétia, uma región da fronteira com a Chechênia, cenário de duas guerras separatistas após a desintegração da União Soviética em 1991.

as-sjw/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.