objetivo defensivo - Mundo - iG" /

Ministro da Defesa iraniano afirma que mísseis têm objetivo defensivo

Teerã - O ministro da Defesa iraniano, Mostafa Najjar, afirmou que os mísseis testados nesta quarta-feira pelos Guardiães da Revolução têm um objetivo puramente defensivo, informou hoje a emissora local Press-TV.

EFE |

"Nossos mísseis não serão utilizados para ameaçar nenhum país e seu único objetivo é repelir aqueles que tentem atacar o Irã (...) São para defender a paz no Irã e no Golfo Pérsico", indicou.

O Irã testou nesta quarta-feira nove mísseis de médio e longo alcance, incluindo um novo capaz de atingir diversos alvos no Oriente Médio, entre eles Israel.

Os testes, que incluíram aviões não tripulados para missões de combate e reconhecimento, aconteceram durante as manobras que os Guardiães da Revolução Islâmica (tropa de elite do regime islâmico) realizam desde segunda-feira no Golfo Pérsico e no Estreito de Ormuz.

Os exercícios iranianos começaram um dia depois de unidades navais de Estados Unidos, Reino Unido e Barein realizarem manobras no Golfo Pérsico e no Estreito de Ormuz.

Os militares iranianos ameaçaram, há uma semana, bloquear o Estreito caso o Irã fosse atacado, declaração à qual os militares americanos na região reagiram prontamente, afirmando que "não permitiriam" tal ação.

Ali Shirazi, o representante da Guarda Revolucionária perante o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, ameaçou recentemente "queimar" o Estado judeu e a força naval americana no Golfo Pérsico em caso de guerra contra o Irã.

Especialistas militares russos minimizaram a importância dos testes iranianos, e afirmaram que Teerã vai demorar de oito a dez anos para desenvolver mísseis balísticos intercontinentais.

Leia mais sobre: mísseis

    Leia tudo sobre: mísseis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG