Ministro da Defesa australiano apresenta renúncia

Sydney (Austrália), 4 jun (EFE).- O ministro da Defesa australiano, Joel Fitzgibbon, apresentou hoje sua renúncia após admitir que seu irmão manteve uma série de reuniões com o Governo e uma companhia de seguros americana.

EFE |

Fitzgibbon enviou uma carta ao primeiro-ministro, Kevin Rudd, na qual argumentou sua decisão por ter descumprido o código ético do Executivo.

Ontem à noite se revelou no Senado australiano que Mark Fitzgibbon, diretor da companhia de seguros NIB, se reuniu várias vezes com o titular de Assuntos dos Veteranos, Alan Griffin, e que pelo menos em uma ocasião pagou as despesas de hotel do ministro.

Em março, Joel Fitzgibbon se desculpou por não ter revelado que a empresária australiana de origem chinesa Helen Liu tinha se encarregado de algumas de suas despesas de viagem.

Previamente, a oposição solicitou a renúncia do titular da Defesa, por um atraso no pagamento de um bônus de salário a membros das forças especiais.

Fiztgibbon é o protagonista da primeira renúncia no gabinete de Rudd desde que os trabalhistas assumiram o poder, após a vitória nas eleições de novembro de 2007. EFE mg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG