Ministro colombiano diz que Manuel Marulanda, chefe das Farc, está morto

O septuagenário líder da guerrilha das Farc, Manuel Marulanda (Tirofijo), está morto, afirmou o ministro da Defesa colombiano, Juan Manuel Santos, à revista colombiana Semana, explicando que a informação foi obtida em relatórios de inteligência que estão sendo comprovados.

AFP |

"A informação que temos é de que ele já se foi", disse Santos à Semana, perguntado se "Tirofijo" estaria morto. Segundo o ministro, a morte teria ocorrido em março deste ano.

A morte de Marulanda, fundador das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, já foi anunciada mais de 17 vezes nas últimas quatro décadas.

De acordo com a versão online da publicação colombiana, Santos disse que relatórios de inteligência apontam que o líder guerrilheiro foi vítima de um ataque cardíaco.

"A inteligência nos informou que aconteceu no dia 26 de março deste ano", afirmou. "Esta é a última informação que temos e estamos comprovando".

Entretanto, questionado se poderia afirmar "Marulanda está morto", o ministro respondeu ao jornalista: "o risco é seu".

Consultadas pela AFP, fontes da presidência e do ministério da Defesa declararam não possuir nenhuma confirmação a respeito da morte de "Tirofijo", e que portanto nenhuma declaração oficial será liberada no momento.

O presidente Alvaro Uribe se encontra no povoado colombiano de Florida, no sudoeste do país, onde - segundo anunciou o próprio Uribe na sexta-feira em Brasília - deve fazer um importante anúncio sobre as Farc.

hov/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG