Ministro colombiano diz que espera normalizar relações com Quito

Quito, 22 mai (EFE).- O ministro de Defesa da Colômbia, Juan Manuel Santos, assegurou hoje que o Governo de seu país espera normalizar as relações com o Equador, abaladas após o bombardeio colombiano contra um acampamento das Forças Armadas Revolucionários da Colômbia (Farc) em território equatoriano, em março de 2008.

EFE |

"Os povos do Equador e Colômbia estão indissoluvelmente unidos pela história, pela cultura, pela tradição, pela luta comum contra a pobreza", disse Santos ao jornal "Hoy".

Perguntado sobre um possível reatamento das relações diplomáticas entre Quito e Bogotá, o ministro declarou que "o Governo da Colômbia está disposto a normalizar as relações com todo o coração".

Em março de 2008, o presidente do Equador, Rafael Correa, rompeu as relações diplomáticas com a Colômbia ao considerar que este país violou a soberania equatoriana quando militares colombianos bombardearam, sem permissão, um acampamento das Farc situado na região de Angostura.

Pelo menos 26 pessoas morreram nessa incursão, entre elas o número dois das Farc, "Raúl Reyes", e quatro estudantes mexicanos.

EFE sm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG