Ministro britânico promete medidas frente a atual crise financeira

Londres, 22 set (EFE).- O ministro das Finanças do Reino Unido, Alistair Darling, disse hoje que o Governo tomará as medidas que forem necessárias para enfrentar a crise financeira, e prometeu uma maior regulação a fim de estabilizar o setor bancário.

EFE |

Em seu discurso hoje perante o congresso do Partido Trabalhista reunido em Manchester, no norte da Inglaterra, Darling advertiu, no entanto, que há "um caminho cheio de buracos", mas ressaltou que o Reino Unido está em posição de enfrentar estas "tempestades globais".

Segundo o ministro, o Governo apresentará em duas semanas um novo projeto de lei sobre a reforma bancária, com a qual se busca fortalecer a regulação do sistema bancário e facilitar a intervenção caso uma entidade bancária tenha dificuldades.

"Também apresentaremos medidas para proteger os poupadores", disse Darling, e prometeu contar com uma "regulação efetiva".

"Estamos aplicando, tanto aqui no Reino Unido quanto em nível internacional, uma forte regulação financeira que ninguém dúvida de que precisamos", acrescentou.

O ministro reconheceu que o país enfrenta desafios "sem precedentes", mas ressaltou que o Governo aplicou as medidas adequadas para impedir que se repitam os atuais problemas.

"A prioridade é estabilizar o sistema bancário. Se não fizermos isso, a economia do mundo estará em risco", disse.

Darling aproveitou seu discurso para mostrar apoio ao primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, cuja liderança é questionada por alguns deputados trabalhistas, ao afirmar que é a pessoa ideal para enfrentar momentos que qualificou de "incertos".

"Estes são tempos incertos. Mas de uma coisa tenho certeza, temos o primeiro-ministro correto, a equipe adequada e as políticas corretas para ajudar o país", disse. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG