Ministro britânico pede a Obama dedicação sobre Rodada de Doha

Londres, 14 jan (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, deveria dar máxima prioridade à Rodada de Doha, segundo o ex-comissário europeu de Comércio e hoje ministro para Empresa britânico, Peter Mandelson.

EFE |

"Não é exagerado dizer que a liderança americana será um fator decisivo para a conquista de um acordo em 2009", escreve hoje o político trabalhista na edição européia do "The Wall Street Journal".

Segundo Mandelson, as posições dos diferentes atores da negociação de Doha seguem como antes, quando encalharam as conversas em julho passado, após uma reunião ministerial de nove dias que se aproximou de um acordo.

Mandelson quer que o novo Governo americano volte a negociar com a Índia, depois que o país asiático realize eleições gerais, para aumentar a confiança e os compromissos necessários, de modo a desbloquear as negociações.

Segundo Mandelson, a crise econômica mundial torna ainda mais importante do que nunca um acordo sobre comércio e a liderança americana é a única via para conseguir esse objetivo.

"Não é só suficiente, mas sim, indispensável", afirma. EFE jr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG