precedente perigoso - Mundo - iG" /

Ministro belga diz que decisão da Rússia pode criar precedente perigoso

Bruxelas, 26 ago (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores da Bélgica, Karel De Gucht, afirmou hoje que a decisão da Rússia de reconhecer a independência da Abkházia e da Ossétia do Sul pode criar um precedente perigoso.

EFE |

Em um comunicado, De Gucht condenou a "decisão unilateral" do Governo russo e afirmou que se trata de uma ação "inaceitável".

Para o ministro belga o reconhecimento da independência das duas regiões separatistas "não se sustenta sobre nenhuma base jurídica, viola a integridade territorial da Geórgia e vai contra todos os princípios internacionais, as resoluções das Nações Unidas e a Ata de Helsinki".

De Gucht disse que a Rússia "comete um erro" com sua decisão, que pode ameaçar "a estabilidade da região e da Europa, uma estabilidade na qual a União Européia (UE) e a Rússia têm uma responsabilidade comum". EFE mvs/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG