Cairo - Os ministros de Assuntos Exteriores árabes realizarão uma reunião extraordinária no Cairo este fim de semana para tratar da situação no Líbano, segundo informou hoje o porta-voz do Ministério de Exteriores do Egito, Hosam Zaki.

Zaki disse que Arábia Saudita e Egito pediram que os chefes da diplomacia dos países da Liga Árabe se reúnam urgentemente "para debater a deterioração da situação no Líbano".

Ele acrescentou que o pedido foi transmitido ao secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa, que retornou ontem dos Estados Unidos após encurtar a viagem que tinha previsto realizar ao país.

Por sua parte, a Jordânia uniu-se às vozes que reivindicam uma reunião de emergência, e expressou seu apoio ao "Governo legítimo do Líbano", segundo seu ministro de Exteriores, Salah Bashir.

"A Jordânia apóia o Governo legítimo do Líbano e suas instituições constitucionais, e pede a todas as partes que obedeçam à autoridade legítima do Estado libanês", disse Bashir em comunicado.

Tanto Egito quanto Jordânia, assim como a Arábia Saudita, apóiam o Governo pró-ocidental de Fouad Siniora frente à oposição liderada pelo grupo xiita Hisbolá, que hoje tomou o controle das ruas de Beirute.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.