Berlim, 13 jan (EFE).- O vice-chanceler e ministro de Assuntos Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, reivindicou um cessar-fogo humanitário que poderia ser o primeiro passo para o fim das hostilidades na Faixa de Gaza a longo prazo.

Em comunicado divulgado hoje em Berlim, após uma conversa por telefone com a ministra de Exteriores israelense, Tzipi Livni, Steinmeier diz que "precisamos de um cessar-fogo humanitário, vistos os combates e a situação da população civil em Gaza, que está se agravando".

O ministro alemão, que viajou ao Egito e a Israel para oferecer a ajuda da Alemanha no caso de um cessar-fogo, recebeu uma resposta taxativa de Livni, que disse que Israel decidirá quando pôr fim à ofensiva em Gaza.

A conversa por telefone mantida por Steinmeier pretende no entanto, segundo o comunicado, "apoiar o Mapa do Caminho" proposto pela Alemanha para um cessar-fogo, que incluiria "acordos para garantir segurança das fronteiras, principalmento no combate ao contrabando de armas para Gaza". EFE umj/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.