Berlim, 24 set (EFE).- O discurso do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, perante a Assembleia das Nações Unidas é uma vergonha para seu país, afirmou hoje, em Berlim, o ministro de Assuntos Exteriores alemão, Frank Walter Steinmeier.

"Declarações desse tipo não só são inaceitáveis, mas esse presidente é uma vergonha para seu país", disse o chefe da diplomacia alemã, ao comentar o discurso de Ahmadinejad em Nova York.

O presidente iraniano aproveitou seu discurso perante a Assembleia das Nações Unidas para criticar duramente Israel e qualificar de "genocídio" sua atuação frente aos palestinos, além de falar de uma conspiração judaica para dominar a política mundial.

O discurso de Ahmadinejad provocou uma onda de críticas e fez com que várias delegações presentes na Assembleia da ONU deixassem seus lugares em sinal de protesto. EFE jcb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.