Berlim, 23 jun (EFE).- O ministro de Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, qualificou hoje de farsa a democracia no Zimbábue e lamentou a retirada do candidato opositor Morgan Tsvangirai do segundo turno das eleições presidenciais.

"Onde o povo teme por sua vida porque vota na oposição a Democracia é uma farsa", disse Steinmeier em uma nota divulgada por seu Ministério.

No comunicado, o chefe da diplomacia alemã ressalta: "A retirada forçada de Morgan Tsvangirai representa um grave revés para o Zimbábue e toda a região. As circunstâncias de sua decisão me enchem de profunda preocupação".

"Apelo aos governantes em Harare para que abandonem de uma vez por todas a violência e a intimidação como meios políticos e encontrem as condições para que os Direitos Humanos sejam respeitados e seja possível o desenvolvimento econômico", diz a nota de Steinmeier. EFE jcb/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.