Ministro alemão acha que regularização maciça de ilegais é equivocada

Berlim, 13 jul (EFE).- O ministro do Interior alemão, Wolfgang Schaüble, acha que a regularização maciça de imigrantes ilegais é uma medida equivocada, pois dificulta a expulsão e ações a favor de uma imigração ordenada e legal.

EFE |

Em entrevista publicada hoje pelo jornal "Frankfurter Allgemeine", Schaüble defendeu mais flexibilidade em matéria de migração na Alemanha, inclusive estabelecendo um sistema de cotas, mas implacável contra a imigração irregular.

"Os ilegais têm que ser devolvidos a seus países de origem. O crime organizado e as máfias que traficam pessoas não devem ter êxito", disse o ministro.

Ao comentário do "Frankfurter Allgemeine" de que alguns países seguiram uma prática diferente à da Alemanha, Schaüble respondeu que "essas medidas de regularização em massa são falsas".

"É preciso dar a possibilidade às pessoas de viajar de forma legal à Europa e de trabalhar aqui temporariamente", disse o ministro.

Schaüble destacou que a Alemanha sempre foi um país aberto à imigração, por isso, atualmente, há quase 15 milhões de pessoas com esses antecedentes no país. EFE cv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG