O ministro das Comunicações venezuelano, Andrés Izarra, rebateu a posição do ministério da Defesa da Colômbia, que negou a incursão de tropas colombianas na Venezuela, e assegurou que Caracas apresentará provas da presença militar estrangeira em seu território.

"Temos material gráfico, fotos e outros materiais que serão apresentados à opinião pública, que demonstram a incursão deste grupo de militares colombianos em nosso território", disse Izarra ao canal estatal VTV.

Mais cedo, o ministro da Defesa colombiano Juan Manuel Santos, informou que uma investigação interna determinou que as tropas de seu Exército não ultrapassaram a fronteira venezuelana.

"O ministro Santos parece não estar bem informado do que suas tropas fazem ou finge que não está bem informado, quem sabe com que objetivo", disse o venezuelano.

No sábado, a chancelaria venezuelana denunciou em uma nota de protesto enviada a Bogotá a incursão de uma patrulha militar colombiana de 60 homens, "interceptada (...) a 800 metros da linha de fronteira no território venezuelano", no estado de Apure (sudoeste).

pt/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.