Ministro afirma que operação contra o ETA evitou atentado

A operação na França e na Espanha contra a organização separatista armada basca ETA permitiu evitar um atentado que era planejado no País Basco, afirmou o ministro espanhol do Interior, Alfredo Pérez Rubalcaba.

AFP |

O ministro afirmou durante uma entrevista coletiva que o chefe militar do ETA, Jurdan Martitegi, foi detido no sábado no sudoeste da França gracias à vigilância sobre um chefe de comando do ETA em Vitoria, capital administrativa do País Basco.

Este chefe, Alexander Uriarte, que foi detido ao lado de Martitegi em Montauriol, departamento francês dos Pirineus Orientais, havia viajado para receber instruções, antes de cometer um atentado, segundo Rubalcaba.

Outros seis membros do ETA foram detidos na Espanha em uma operação paralela à da França.

Um terceiro ativista foi detido em Montauriol.

Esta foi a terceira prisão de um chefe militar do ETA, depois de Garikoitz Aspiazu Rubina, conhecido como "Txeroki", em novembro, e de Aitzol Iriondo "Gurbitz", seu sucessor, em dezembro.

gg-ot/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG