A ministra do Petróleo da Noruega, Auslaug Haga, questionada por um pequeno escândalo em suas propriedades imobiliárias, anunciou nesta quinta-feira seu pedido de demissão.

"Em primeiro lugar, renuncio ao meu posto de ministra; em segundo lugar, renuncio à presidência do partido", disse.

"Esta decisão não é um gesto político; tem motivos pessoais, relacionados com a minha saúde", afirmou.

A Noruega é o quinto exportador mundial de petróleo e o terceiro exportador de gás natural.

Haga, que dirige um dos três partidos da coalizão de centro-esquerda que governa o país, é alvo da imprensa há vários dias.

Ela é questionada por ter alugado ilegalmente um quarto de sua casa em Aas (sudeste), por ter construído sem autorização área para embarcações em sua casa de campo e por ter demorado a explicar as questões quando foram reveladas.

A ex-ministra estava de licença médica desde sábado por hipertensão.

phy/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.