Ministra anuncia retirada de tropas espanholas do Kosovo

Istok (Kosovo), 19 mar (EFE).- A ministra da Defesa espanhola, Carme Chacón, anunciou hoje que as tropas espanholas mobilizadas no Kosovo há dez anos se retirarão antes do fim do verão (hemisfério norte).

EFE |

Chacón fez o anúncio durante sua primeira visita ao contingente espanhol, integrado por cerca de 630 militares, no Kosovo - que se autoproclamou independente da Sérvia em fevereiro de 2008, o que não foi reconhecido pela Espanha.

A ministra indicou que a retirada dos militares espanhóis será feita de forma escalonada, em coordenação com os aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), na qual está enquadrada a missão espanhola, e acrescentou que, apesar disso, a Espanha seguirá comprometida com a paz nos Bálcãs.

O secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, reprovou hoje a Espanha pelo modo de retirada do Kosovo, já que, segundo ele, não é uma decisão que deva ser tomada de maneira unilateral, nem há condições políticas e de segurança no território.

"Qualquer mudança significativa no tamanho ou estrutura da KFOR (força da Otan no Kosovo) deveria ser resultado de uma decisão dentro da Aliança, no momento em que haja um acordo sobre se há as condições políticas e de segurança no Kosovo, e esse momento ainda não chegou", disse De Hoop Scheffer, após o anúncio. EFE aam/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG