Ministério chinês demite alto cargo por comportamento alcoolizado em público

Pequim, 3 out (EFE).- O Ministério dos Transportes chinês destituiu Lin Jiaxiang, secretário do Escritório de Assuntos Marítimos de Shenzhen (norte da China), após ele apresentar um comportamento alcoolizado em público, informou hoje a agência oficial Xinhua.

EFE |

Os fatos aconteceram na tarde da última quarta em um restaurante na cidade litorânea de Shenzhen.

Segundo a "Xinhua", Lin "aparentemente bebeu até o ponto de perder o controle em público".

No entanto, diferentes veículos de comunicação chineses contradizem a versão oficial com um vídeo na internet no qual se mostra uma menina de 11 anos fugindo de Lin, após o homem supostamente a agarrar pelo pescoço e tentar arrastá-la para um cômodo particular do restaurante.

Segundo o depoimento da menina, o ex-alto cargo lhe perguntou onde ficava o banheiro masculino e, depois de a moça o acompanhar até a porta, tentou agredi-la.

Depois, na gravação, pode-se observar a menina chorando e os pais dela discutindo com Lin, que ofereceu dinheiro à família para esquecer o assunto e ameaçou com represálias.

"Sou um alto cargo enviado pelo Ministério dos Transportes, com o mesmo nível que seu prefeito. (...) Quer brigar comigo? Olhe e espere para ver do que sou capaz", ameaça o acusado na gravação.

Em declarações ao jornal "Beijing News", a mãe da menina, de sobrenome Xie, afirmou que ela agora não vai ao colégio sem companhia.

"Ela diz ter medo e jura que nunca mais jantará em um restaurante", declarou a mãe, que assegurou que a família não quer recompensa financeira, mas um castigo "administrativo e sem transgredir nada".

A Polícia de Shenzhen continua investigando o caso, mas fontes oficiais disseram que Lin não pode ser detido, pois não há testemunhas ou evidências claras de assédio sexual. EFE gmp/fh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG