Mina explode sob caminhão e mata 5 na Turquia

Istambul, 9 mai (EFE).- Cinco pessoas morreram hoje na explosão de uma mina que estava embaixo do caminhão em que viajavam, na província de Sirnak, no sudeste da Turquia.

EFE |

Segundo a agência de notícias local "Dogan", o atentado é atribuído pelas autoridades a rebeldes do proscrito Partido de Trabalhadores do Curdistão (PKK).

A explosão aconteceu por volta das 20h (14h, Brasília), na montanha Cudi, e causou a morte das cinco pessoas que viajavam no caminhão: três paramilitares e dois civis.

O Exército turco iniciou imediatamente uma operação militar na região contra os rebeldes do PKK.

O atentado eleva a já longa lista de mortes pelo conflito entre os rebeldes curdos e as forças armadas da Turquia.

No último dia 5, um sargento do Exército turco morreu e outro ficou ferido em um ataque na província de Siirt, onde, segundo a versão oficial, os rebeldes do PKK abriram fogo contra a unidade militar e, depois, explodiram uma mina.

Em 29 de abril, rebeldes do PKK mataram nove soldados em uma estrada na província sudeste de Diyarbakir, ao atacarem um veículo blindado do Exército, apesar do grupo rebelde ter declarado cessar-fogo até 1º de junho.

O Exército turco respondeu com um bombardeio contra as posições curdas no norte do Iraque.

O PKK decidiu pegar em armas em 1984 para dar autonomia aos 12 milhões de curdos que vivem na Turquia e, desde então, cerca de 45 mil pessoas morreram em uma guerra não declarada entre rebeldes e forças militares turcas. EFE dt/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG