Militares prendem 4 supostos militantes da Al Qaeda no Iêmen

(Atualiza com detalhes sobre detenções e situação na área). Sana, 12 jan (EFE).- As forças de segurança iemenitas detiveram hoje quatro supostos militantes da rede terrorista Al Qaeda em uma operação no sul do país, informaram a agência de notícias oficial Saba e o Ministério da Defesa.

EFE |

Segundo a agência, que cita fontes dos serviços de segurança, as detenções ocorreram na província de Shabua, no sul, onde a Polícia também apreendeu um arsenal de armas.

Um comunicado do Ministério da Defesa iemenita diz que, antes dessas detenções, ocorridas na cidade de Al Huta, houve confrontos entre os agentes e os supostos membros da Al Qaeda, dois dos quais ficaram feridos.

A nota também informa que, na mesma cidade, as forças de segurança cercam uma casa onde acredita-se que se escondem outros dez supostos militantes da Al Qaeda.

Além disso, o comunicado apontou que outros supostos terroristas desse grupo fugiram para áreas montanhosas próximas.

Nas últimas semanas, as autoridades iemenitas detiveram supostos membros da Al Qaeda em várias províncias do país.

O Governo de Sana intensificou sua campanha contra a rede terrorista depois da tentativa de atentado contra um avião com destino aos EUA no último dia 25, cometida por um jovem nigeriano que havia visitado o Iêmen.

Três dias depois, a Al Qaeda na Península Arábica, reivindicou o ataque frustrado, que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também atribuiu à organização.

Ontem, o chefe do Comando Conjunto Central do Exército dos EUA, general David Petraeus, disse em entrevista à rede de televisão "CNN" que seu país enviará mais de US$ 150 milhões em ajuda ao Iêmen, mas que não mandará tropas para combater o terrorismo no país árabe. EFE ja-hh-ssa/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG