Militares mexicanos são detidos por passar informação ao Cartel de Sinaloa

México, 13 jun (EFE).- Dez militares mexicanos foram postos à disposição da Promotoria contra o crime organizado por sua suposta colaboração com o Cartel de Sinaloa, informou hoje a Secretaria de Defesa Nacional.

EFE |

O Exército detectou que os militares passavam informação à organização narcotraficante comandada por Joaquín "El Chapo" Guzmán, uma das principais no contrabando de droga no México.

Os detidos foram postos à disposição do órgão para que suas responsabilidades fossem apuradas se ficar provado sua colaboração com narcotraficantes.

O Cartel de Sinaloa, com sede no estado noroeste do mesmo nome, foi um dos mais atingidos pelo Governo mexicano nos últimos dois anos. EFE jrp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG