Militares de Brasil e Argentina dão início a reunião para aumentar cooperação

Buenos Aires, 1 set (EFE).- As cúpulas militares do Brasil e da Argentina deram início hoje, em Buenos Aires, a uma reunião que procura aumentar os laços de cooperação entre as Forças Armadas dos dois países, informaram fontes militares.

EFE |

O encontro contou com a presença do chefe de Estado-Maior de Defesa do Brasil, João Afonso Prado Maia de Faria, e o secretário-executivo do organismo, Carlos Norberto Lanzellotte, além de uma comitiva de oficiais brasileiros.

O chefe de Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas da Argentina, Jorge Chevalier, destacou, na abertura do encontro, "as excelentes relações" entre os dois países, "que, através dos anos, foram se consolidando como testemunho de um ideal comum, que é a interação de um instrumento militar operacional na região".

"A União de Nações Sul-americanas (Unasul) é vislumbrada como uma verdadeira medida de cooperação, permitindo modelar vínculos mais estreitos entre nossas Forças Armadas e gerar, desta maneira, um maior clima de confiança em matéria de defesa e segurança regional", afirmou.

O líder militar disse que a Argentina "teve a honra de exercer a Presidência da Associação Latino-Americana de Centros de Treino para Operações de Paz (Alcopaz, ligada às Nações Unidas), recentemente transferida para o Brasil".

Para ele, a Alcopaz "marcou um rumo de cooperação regional, cujo objetivo é promover uma maior eficácia na preparação do pessoal destinado a operações da ONU".

A reunião entre as Forças Armadas dos dois países durará três dias e tem o objetivo de "estreitar os tradicionais vínculos de amizade", ressaltou Chevalier. EFE nk/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG