Militares colombianos matam segurança de chefe das Farc

Bogotá, 10 mar (EFE).- Um guerrilheiro pertencente à equipe de segurança de Alfonso Cano, chefe das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), morreu num combate com militares nas montanhas de Valle del Cauca (sudoeste), afirmou hoje o Exército.

EFE |

Segundo a 3ª Divisão do Exército colombiano, o rebelde Julio Enrique Moncada, conhecido como "Fausto", perdeu a vida ontem, num confronto próximo a Tuluá, 400 quilômetros a sudoeste de Bogotá.

O destacamento acrescentou que, além de trabalhar na segurança de Cano, cujo nome verdadeiro é Guillermo León Sáenz, Fausto era o segundo homem em importância numa facção que atua na região.

No sábado passado, o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, declarou que as tropas perseguem Cano numa zona de montanha que liga vários departamentos (estados). EFE gta/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG