SÃO PAULO - Um avião da Força Aérea Brasileira procedente do Haiti pousou no início da tarde desta sexta-feira no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, trazendo 16 militares brasileiros feridos após o terremoto de sete graus na escala Richter que devastou a ilha caribenha. Inicialmente, 18 militares feridos no Haiti voltariam ao Brasil, mas dois oficiais ficaram no país.

Reuters
Willian Pereira abraça o filho
Willian Pereira abraça o filho

O militar Carlos Michael Pimentel de Almeida, de 23 anos, desembarcou em São Paulo e contou que estava na parte de cima de um beliche da Casa Azul no momento do terremoto. Com ele, estavam mais 16 pessoas e, destas, 10 morreram. "Foi o pior dia da minha vida", disse o militar.

Almeida, que estava com escoriações leves e arranhões, contou que era a hora do descanso e por isso dormia num beliche do terceiro andar no momento do acidente. Quando acordou, percebeu que estava soterrado. "Eu não entendi o que estava acontecendo", disse.

O cabo explicou que a laje do edifício caiu sobre seus colegas de quarto, impossibilitando qualquer tentativa de resgate.


Militares brasileiros desembarcam em São Paulo / AE

Os militares que chegaram vão ser encaminhados para o Hospital Militar de São Paulo para tratarem os ferimentos e fazerem exames de laboratório para verificar se não contraíram nenhuma doença, procedimento protocolar no caso de missões de paz. Eles ainda passarão por entrevista com psicólogos e depois, se liberados, poderão retornar para suas unidades e suas famílias.

O médico do Exército que atendeu os feridos ainda a bordo da aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) fez uma primeira avaliação dos militares.

"O estado deles, no geral, é bom. Eles passarão por um rastreamento para verificar traumas cranianos e farão exames de sangue e tomografia", disse o major Carlos Pama "Há vários casos de fraturas e escoriações, mas que já estão sendo atendidos por nossa equipe médica", complementou o oficial do Exército.


Mulher do cabo cabo Adriano de Barros Cavalcanti se emociona
ao reencontra marido em São Paulo / Reuters

Os militares que desembarcaram são: sargento Wilian mendes Pereira, sargento Tareck Souza de Pontes, cabo Daniel Coelho da Silva, tentente Rafael Araújo de Souza, sargento Gilberto Emílio Marafon, soldado Diovani de Souza Silva Tohomaz, cabo Carlos Michael Pimentel de Almeida, sargento Carlos Alberto Fonseca, capitão Renan Rodrigues de Oliveira, cabo Adriano de Barros Cavalcanti, cabo Eugênio Tesaresi Neto, cabo Luís Paulo das Chagas Lima, cabo Alcebíades Orlando dos Santos Ferreira, soldado Welinton Soares Magalhães, sargento Rômulo Cézar de Carvalho e o tente-coronel Alexandre José Santos.

A aeronave que pousou em São Paulo já decolou em direção ao Rio de Janeiro e ainda nesta sexta-feira segue novamente para o Haiti.

* Com reportagem de Bruno Rico

Veja também:

Leia mais sobre terremoto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.