Militar e três civis são mortos em estados do norte e do sul do México

México, 18 abr (EFE).- Quatro pessoas, entre elas um sargento do Exército, apareceram mortas hoje nos estados de Guerrero, sul do país, Chihuahua e Sonora, no norte, informaram fontes estatais.

EFE |

No primeiro caso o sargento Miguel Torres García, de 40 anos, foi achado com um tiro na cabeça no município de Atoyac, uns 50 quilômetros ao noroeste de Acapulco.

Sua morte aconteceu três dias depois do confronto entre bandidos e militares na região conhecida como Terra Quente, que deixou um saldo de supostos criminosos mortos.

Em Ciudad Juárez, localidade do estado de Chihuahua fronteiriça com os Estados Unidos, na madrugada de hoje foi achado o corpo de um homem de entre 20 e 22 anos, na colônia Bosque Bonito.

As outras duas mortes foram registradas na primeira hora de hoje nos município de Sonoyta, no estado de Sonora, fronteira com o Arizona e Novo México (EUA).

Estas últimas mortes se somam à onda de violência atribuída aos cartéis da droga que afetam vários estados do México e que neste ano marcou 1.967 assassinatos, segundo uma apuração extra-oficial hoje publicada pelo jornal "El Universal". EFE lo/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG