Militar é morto em tiroteio na Granja do Torto

Brasília, 10 jun (EFE).- Um cabo da Guarda Presidencial brasileira morreu hoje em uma troca de tiros na Granja do Torto, residência campestre da Presidência, situada nos arredores de Brasília, informaram fontes oficiais.

EFE |

O suboficial foi baleado na manhã desta quarta-feira, por um soldado da Guarda Presidencial, com quem estava trabalhando e aparentemente tinha problemas pessoais, segundo uma nota divulgada pelo Gabinete de Segurança da Presidência.

Embora o cabo tenha sido transportado com vida até o Hospital das Forças Armadas, ele não resistiu aos três ferimentos causados por balas de fuzil.

Segundo o Gabinete de Segurança da Presidência, foi aberta uma investigação policial e outra militar.

No momento do incidente, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, não se encontrava na residência, que só é utilizada ocasionalmente. EFE ed-cm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG