ataque de advertência a oleoduto - Mundo - iG" /

Militantes nigerianos fazem ataque de advertência a oleoduto

Lagos, 19 dez (EFE).- O principal grupo armado da região petrolífera do Delta do Níger reivindicou hoje a autoria de um ataque, na madrugada passada, contra um importante oleoduto, em uma ação que qualificou de advertência pela estagnação no processo de paz, por causa da ausência - por doença - do presidente Umaru YarAdua.

EFE |

O oleoduto, de propriedade da empresa Shell e Chevron, fica em Abonemma, na província nigeriana de Rivers.

"O Movimento para a Emancipação do Delta do Níger (Mend) pode confirmar que o ataque de advertência foi obra de 35 homens armados com fuzis, lança-foguetes e metralhadoras de grande calibre, por volta das 2h de hoje", disse a organização, em comunicado.

Yar'Adua viajou à Arábia Saudita em 23 de novembro para receber tratamento médico por causa de uma doença cardíaca, deixando em ponto morto os negociações de paz para a resolução do conflito.

"O Governo nigeriano vinculou convenientemente o avanço das conversas sobre as demandas deste grupo a um presidente doente", diz o comunicado do grupo armado, que, embora deseje uma rápida recuperação ao presidente, qualifica de "inaceitável" a estagnação nas negociações. EFE da/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG