Militantes anti-nucleares escalam o Reichstag em Berlim

Militantes ambientalistas do Greenpeace escalaram nesta terça-feira o prédio do Reichstag em Berlim para exigir a manutenção do projeto de cancelamento do programa nuclear, a menos de um mês das eleições legislativas.

AFP |

Na fachada do prédio que abriga o Parlamento, sob a inscrição "Ao povo alemão", quinze militantes exibiram uma bandeira com a inscrição "um futuro sem energia nuclear".

"As pessoas querem um futuro sem energia nuclear", declarou Thomas Münchmeyer, membro do Greenpeace. "Os políticos devem levar a sério o abandono da energia nuclear e aplicá-lo", acrescentou.

A Alemanha deve desativar oficialmente de maneira progressiva até 2020 seus 27 reatores nucleares, segundo um compromisso adotado em 2000 pelo governo Schröder, apoiado na época por social-democratas e Verdes.

O abandono da energia nuclear poderá, no entanto, ser questionado se Merkel tiver que rearticular a sua coalizão nas legislativas de 27 de setembro, substituindo os social-democratas pelos liberais, abertamente pró-nucleares.

Segundo uma sondagem divulgada em julho, a maioria dos alemães (55%) é favorável ao abandono da energia nuclear até 2020.

stu-fbe/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG