Milícias se unem para tentar derrubar Governo da Somália

MOGADÍSCIO - Os dirigentes das principais milícias radicais islâmicas da Somália se reuniram neste sábado nos arredores de Mogadíscio para se coordenar e tentar derrubar o Governo de Sharif Sheikh Ahmed, apoiado pela comunidade internacional.

EFE |

A reunião entre o líder do Hizb al-Islami, Sheikh Hassan Dahir Aweys, e um dos dirigentes do Al-Shabab, Sheik Hassan Abdullah Hersi, mais conhecido como Hassan Turki, aconteceu no distrito de Afgoi, cerca de 30 quilômetros de Mogadíscio, no segundo dia de calma na capital somali, após uma semana de confrontos.

Um membro do Hizb al-Islami, que esteve no encontro e pediu anonimato, disse à Agência Efe que Turki, que está na lista de terroristas procurados pelos Estados Unidos, que acusam de ligação com a Al Qaeda, "veio da região de Badmadow, no extremo sul, para se unir à jihad (guerra santa) em Mogadíscio".

"Agora, o Governo pró-ocidental está fraco e planejamos derrubá-lo e acabar com a presença das forças da União Africana (UA) em Mogadíscio", acrescentou.

Depois da reunião com Turki, Aweys conversou com a Efe e disse que "o projeto é unir as forças do Al-Shabab e do Hizb al-Islami" para atingir seus objetivos de acabar com o Governo de Sheikh Ahmed, um fundamentalista islâmico relativamente moderado e considerado pelos rebeldes de anti-islâmico.

O líder insurgente confirmou que há um grupo de combatentes estrangeiros que os apoiam na luta contra o Governo, mas disse que são "dúzias" e negou que alcancem os 300 ou 400, conforme afirmaram a UA e os EUA.

Sexta-feira e hoje foram dias de calma aparente em Mogadíscio, depois de 140 pessoas terem morrido nos sete dias anteriores e mais de 400 terem ficado feridas, a grande maioria civis, nos confrontos entre as milícias leais ao Governo e os rebeldes radicais.

Os empresários somalis, os últimos que tentaram mediar para tentar resolver o conflito através do diálogo, ressaltaram hoje que o Al-Shabab rejeita qualquer negociação com o Executivo.

Leia mais sobre: Somália

    Leia tudo sobre: somália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG