Milícias governistas e radicais islâmicos travam combates na Somália

Mogadíscio, 5 jun (EFE).- Pelo menos 30 pessoas foram mortas e outras 40 ficaram feridas nos combates entre milícias governistas e radicais islâmicos ocorridos hoje na cidade de Wabho, na região central da Somália, informaram à Agência EFE fontes oficiais e testemunhas dos fatos.

EFE |

Nos combates, se enfrentaram os milicianos da Ahlu Sunna Waljamaa, um grupo sufi (místico) muçulmano relativamente moderado aliado do Governo, e membros da Al Shabab, organização a qual os EUA vincula com a Al Qaeda, e seus aliados da Hezb al Islam, que atacaram a localidade.

Testemunhas da luta disseram à Efe por telefone que vários corpos ficaram estendidos nas ruas de Wadho, enquanto os moradores deixaram a população por temor de perecer vítimas da violência.

O Governo da Somália assegurou esta semana que quer restaurar a segurança em Mogadíscio e no resto do país em um período de "cem dias", por isso que prossegue a ofensiva contra os radicais. EFE ia/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG