Milicianos sunitas são degolados no Iraque

Bagdá, 5 ago (EFE).- Três membros de uma milícia sunita que luta contra a Al Qaeda foram degolados em um ataque contra o posto de controle no qual se encontravam, próximo à cidade de Kirkuk, no norte do Iraque, informaram fontes policiais.

EFE |

Segundo explicou Sarhad Kader, um oficial da Polícia de Kirkuk, um grupo de homens armados invadiu o posto de Hindiya (a 30 quilômetros de Kirkuk), e degolou os milicianos antes de fugir.

As vítimas eram membros de um dos chamados conselhos de salvação sunitas, milícias de voluntários alistados para lutar contra a Al Qaeda e seus aliados.

A criação destes corpos faz parte da estratégia do Exército dos EUA e do Governo iraquiano para envolver os habitantes locais na perseguição dos terroristas.

Por outro lado, o comando militar americano informou hoje que as forças de operações especiais iraquianas detiveram cinco supostos membros da Al Qaeda em Khalis, na província de Diyala (leste do Iraque).

Segundo um comunicado, os soldados detiveram ontem os suspeitos, dentre os quais se encontra um suposto responsável de inteligência desta organização. EFE am/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG