JERUSALÉM - Milicianos palestinos dispararam hoje cinco foguetes do tipo Qassam desde a Faixa de Gaza contra o território israelense.

O braço armado da Jihad Islâmica, as "Brigadas Al Quds", assumiu a autoria do ataque, que não deixou vítimas, segundo a imprensa local.

Este é o terceiro dia consecutivo em que milicianos lançam foguetes e bombas contra Israel, onde desde a quarta-feira passada caíram cerca de 60, informou esta manhã a rádio do Exército israelense "Galei Tzahal".

Um miliciano da Jihad morreu ontem e outras três pessoas ficaram feridas no último ataque aéreo israelense na Faixa de Gaza. Além disso, seis militantes do Hamas morreram nas ofensivas militares de Israel lançadas desde a noite de terça-feira.

Os ataques levaram Israel a fechar todas as fronteiras e passagens de mercadorias à faixa, território onde vivem 1,5 milhão de palestinos e que é governado há mais de um ano pelo movimento islamita Hamas.

Apesar do aumento da violência, tanto Israel como o Hamas asseguraram que pretendem preservar a trégua que alcançaram em junho com a mediação do Egito.

Leia mais sobre Israel

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.